New York! The city that never sleeps!

 
 
 

No âmbito da Unidade de Formação CLC_6, foi-nos proposto fazer um trabalho sobre a informação acerca de uma cidade do mundo. Saber a sua localização e características da cidade escolhida. As características do tipo de arquitectura na cidade, identificação de zonas mais modernas, destacando inclusive locais a visitar nessa cidade.

 Das catorze cidades escolhidas pela formadora, fiz pesquisa da cidade de Nova Iorque. Por o multiculturalismo ser bem visível na mesma e  por ser a cidade onde tudo acontece.

Nova Iorque  é a cidade mais povoada do Estado de Nova Iorque, dos Estados Unidos da América e a segunda maior aglomeração urbana do continente. É o centro da área metropolitana de Nova Iorque, a qual está entre as áreas urbanas mais populosas do mundo. Nova Iorque é considerada uma cidade global, dada a influência exercida por ela sobre o comércio mundial, finanças, cultura, moda e entretenimento. Além do mais, nela se localiza a sede da Organização das Nações Unidas e é também um importante centro de negócios internacionais. A cidade é muitas vezes referida como New York City ou City of New York, para diferenciá-la do Estado de Nova Iorque, do qual faz parte.

Localizada em um grande porto natural na costa atlântica do nordeste dos Estados Unidos, a cidade é composta por cinco distritos: Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island. Com uma população estimada em 2009 em mais de 8,3 milhões de pessoas e com uma área territorial de 790 km², Nova Iorque é a grande cidade mais densamente povoada dos Estados Unidos.[7] A população da região metropolitana de Nova Iorque é também a maior do país, estimada em mais de 19 milhões de pessoas em 17 400 km². Além disso, a Área Estatística Combinada contendo a Grande Nova York possui mais de 22 milhões de habitantes em 2009, segundo estimativas do Censo, sendo também a maior nos Estados Unidos.

Nova Iorque foi fundada como um posto de troca comercial pelos Holandeses em 1624. O local foi chamado de Nova Amsterdã até 1664, quando a colónia ficou sob controlo Inglês. Nova Iorque foi a capital dos Estados Unidos de 1785 até 1790, sendo a maior cidade do país desde então.

Muitos distritos e pontos turísticos da cidade tornaram-se conhecidos mundialmente. A Estátua da Liberdade recebeu milhões de imigrantes que vieram para o país no final do século XIX e início do século XX. Times Square, iconizado como "A Encruzilhada do Mundo", é o centro iluminado da zona dos teatros da Broadway, um dos mais movimentados cruzamentos de pedestres do mundo, e um importante centro da indústria de entretenimento. Wall Street, em Manhattan, é um dominante centro financeiro global desde a Segunda Guerra Mundial e é o lar da Bolsa de Valores de Nova Iorque. O bairro Chinatown, em Manhattan, atrai multidões de turistas para suas calçadas movimentadas e estabelecimentos de varejo. Escolas de classe mundial e universidades, como a Universidade Columbia e a Universidade de Nova Iorque também residem na cidade. Nova Iorque também é o lar de alguns dos arranha-céus mais altos do mundo, incluindo o Empire State Building e as extintas torres gêmeas do World Trade Center.

A cidade é o berço de muitos movimentos culturais, incluindo o Renascimento de Harlem na literatura e nas artes visuais; o expressionismo abstrato (também conhecido como Escola de Nova Iorque) na pintura; o hip hop; o punk a salsa, disco e Tin Pan Alley na música.

Nova Iorque é notável entre as cidades estado-unidenses em sua elevada utilização de transporte de massa, cuja maioria funciona 24 horas por dia, e pela densidade populacional e diversidade de seus habitantes. Em 2005, cerca de 170 idiomas eram falados na cidade e 36% de sua população tinha nascido fora dos Estados Unidos.[13][14] A cidade é muitas vezes referida como "a cidade que nunca dorme", enquanto outros apelidos incluem "Capital do Mundo", "Gotham" e "Big Apple".

Em 11 de setembro de 2001, nos Ataques de 11 de Setembro, ambas as torres do World Trade Center foram atingidas por um Boeing 767 cada, causando a completa demolição delas. O Pentágono também foi atingido por um 767 sequestrado, e um quarto avião, também um 767, se chocou em solo na Pensilvânia. Aproximadamente três mil pessoas morreram, no total. Após este atentado, o pior na história americana desde o Ataque japonês a Pearl Harbor, foi realizada a limpeza dos destroços na área onde ficava o World Trade Center, conhecida como Ground Zero. O Freedom Tower será construído em seu lugar. A construção do novo arranha-céu iniciou-se oficialmente em 27 de abril de 2006. Sua inauguração está prevista para 2011, e será um dos arranha-céus mais altos do mundo, e possivelmente o mais alto do continente.

 

publicado por ginger às 02:47 | comentar | favorito