Origem do teatro.

O teatro

 

É comum ouvirmos dizer que o teatro começou na Grécia, há muitos séculos atrás. No entanto, existem outros exemplos de manifestações teatrais anteriores aos gregos. Por exemplo, na China antiga, o budismo usava o teatro como forma de expressão religiosa. No Egipto, um grande espectáculo popular contava a história da ressurreição de Osíris e da morte de Hórus. Na Índia, se acredita que o teatro tenha surgido com Brama. E nos tempos pré-helénicos, os cretenses homenageavam seus deuses em teatros, provavelmente construídos no século dezanove antes de Cristo. É fácil perceber através destes poucos exemplos, uma origem religiosa para as manifestações teatrais.

No entanto, podemos olhar ainda mais para trás quando lembramos que o teatro é a imitação de uma acção e que o acto de imitar está presente na essência dos mais primitivos rituais que conhecemos. É através da imitação que a criança se desenvolve aprendendo a falar e a agir. Comparando este homem primitivo com uma criança, podemos observar que ambos são completamente ignorantes em relação ao universo que os cerca. E muito provavelmente, este homem, ansioso por encontrar respostas para as suas perguntas, tenha começado a construir um acervo de mitologias, religiões e rituais, numa tentativa de explicação do mundo, dos fenómenos naturais, da vida, do nascimento e da morte.

 

 

As representações inicialmente eram feitas nas ruas, passando depois a ser em anfiteatros ao ar livre construídos em pedra, nas encostas dos montes. A Acústica era tão perfeita que, quem estivesse na última fila ouvia na perfeição o que os actores diziam.

O teatro grego era um verdadeiro edifício, e seu tecto era o céu azul. As apresentações ocorriam durante o dia, dependendo sobretudo, do clima para serem  confirmadas e realizadas.

Mais tarde surgiram outros locais mais apropriados para actuarem, os primeiros teatros.

O teatro, a literatura e a História, "andando" lado a lado para tentar ilustrar os pensamentos, os sentimentos e as acções do homem universal.

publicado por ginger às 02:46 | comentar | favorito