08
Dez 10

Celine Dion - Feliz Navidad

 

 

 

 

 

 

Boas Festas! Feliz ano Novo!

 

A todos os membros  da Direcção da escola, para todos os meus Formadores e para todos os Funcionários da escola.

Para todos os formandos da Escola Profissional da Povoação em especial aos do curso Tiat !!!

 

publicado por ginger às 00:49 | comentar | ver comentários (3) | favorito

Josh Groban - You Raise Me Up

 

  

 

GOD YOU  RAISE ME UP WHEN I'M WEAK! THANK YOU!

 I LOVE YOU! 

 

"GOD BLESS"

publicado por ginger às 00:37 | comentar | favorito
08
Dez 10

Celine Dion The Magic of Christmas day (God bless us everyone)

        A Magia do dia de Natal (Deus Abençoa todos Nós)

 

O Natal é a festa da familia, do amor, da partilha, da solidariedade.

Escolhi esta musica, porque nos transmite o verdadeiro espírito Natalício.

Natal não é só prendas materiais é também a nossa dádiva para com Deus e com os outros.

Agradecer a Deus tudo o que nós temos é dar valor à vida. As vezes não sabemos dar valor

às coisas que temos no nosso dia - a - dia. Vamos parar e pensar quantas pessoas no mundo

não tem nada que comer, que vestir, onde dormir. Tantas crianças que não tem um lar, uma

mãe para abraçar. Juntos podemos mudar o mundo. Como diz na canção, que o Natal não seja

só 12 dias de Dezembro, mas sim todo o ano.

Que Deus abençoe todos nós. 

publicado por ginger às 00:23 | comentar | ver comentários (1) | favorito
05
Dez 10

The Truman Show Trailer

 

 

A vida em directo de the Trumam Show.

 

The Truman Show : Filme realizado por Peter weir.

Estreou a 13 de Novembro de 1998.

Este filme é baseado na manipulação de um ser humano, desde o dia do seu nascimento.

A sua vida é exposta pelos espectadores, que acompanham o programa, onde toda a sua vida é

transmitida em directo para todo o mundo. O Trumam, vivia a sua vida sem imaginar que tudo

era um cenário e que todos os detalhes da sua vida eram determinados por uma equipa de televisão.

Quando ele descobre que toda a sua vida é uma farsa, que tudo é mentira, que ele simplesmente é um

objecto e que é o centro de todas as atenções, fica desesperado e só quer desaparecer daquele cenário.

Em 1998, a visão do futuro era assustadora. Mas actualmente já é uma visão tão vulgar.Quem iria imaginar

 que nos nossos dias iria haver programas com cidadãos a serem filmados no seu dia - a - dia em directo em

 ulguns programas de televisões no nosso pais e no mundo inteiro.É de lamentar esse tipo de progamas,

pois não dão nenhum tipo de informação útil a nós telespectadores.

Fiquei chocada com o filme, é de lamentar que um cidadão tenha sido privado da sua identidade e de não ter

tido nenhuma privacidade perante todos os espectadores.

publicado por ginger às 01:10 | comentar | favorito
05
Dez 10

Revolucao dos Cravos - Grandola, Vila Morena

Também escolhi essa musica por ter sido a segunda a ser utilizada no dia 25 de Abril de

1974, emitida através da Rádio Renascença pelo locutor Leite de Vasconcelos, jornalista e

poeta Moçanbicano. Interpetada por Zeca Afonso, que foi um grande cantor e compositor

Português. Aqui interpretada pela grande fadista Amália Rodrigues, que foi e sempre será a

melhor fadista de Portugal.

O cravo vermelho tornou-se o simbolo da Revolução de Abril de 1974. Logo ao amanhecer

o povo começou a juntar-se nas ruas, juntamente com os soldados revoltosos. Entretanto,

uma florista, que levava cravos para um hotel, teria dado um cravo a um soldado, que o

colocou no cano da espingarda.Os outros soldados vendo a rua cheia de floristas o imitaram,

enfiando cravos vermelhos nos canos das suas armas.

Viva a Revolução dos cravos!!!

Necessitamos de mais uma Revolução no nosso país, pois alguns cidadãos estão a 

esquecer-se da igualdade para todos.

publicado por ginger às 00:23 | comentar | favorito
04
Dez 10

1974 - Paulo de Carvalho - E Depois Do Adeus.

 

Escolhi essa música, porque é sem duvida uma das grandes canções da musica popular na

década de Setenta na voz de um grande interprete, Paulo de Carvalho.

Esta musica como todos sabem está na historia de Portugal. Foi a primeira canção a ser

utilizada pelo movimento dos capitães a 25 de abril de 1974, para lançar o golpe que acabou

com o regime de Salazar. Esta canção de amor passou na rádio servindo de sinal para os

militares rebeldes sairem para a rua e porem fim a uma ditadura de 48 anos.

publicado por ginger às 22:52 | comentar | favorito
04
Dez 10

Pensar antes de publicar

 

Purgatório

 

Conhecem o "teorema do macaco infinito"? A ideia pertence a T.H. Huxley, que no século XIX afirmava que o macaco seria capaz de escrever uma peça de Shakespeare. Bastava, para tal, que dispuséssemos de macacos infinitos aos quais pudéssemos confiar máquinas de escrever infinitas. Um dia eles acabariam por medrar qualquer coisa de sublime.

Andrew Keen regressa ao teorema de Huxley em livro que deu polémica nos EUA e foi agora editado entre nós pela Guerra & Paz. Intitula-se "O Culto do Amadorismo". O título, como se costuma dizer, é todo um programa: entregue à multidão ignara - à geração YouTube, à geração Blogspot, à geração Wikipédia; no fundo, aos "macacos infinitos" -, a Internet está a arrasar com o mérito intelectual e artístico; a promover a ignorância e a boçalidade em larga escala; e a cultivar um narcisismo repulsivo em que milhões de alienados usam a rede para exporem os seus delírios.

O problema, no fundo, está na ausência de filtro, capaz de separar a qualidade da mediocridade. Num jornal clássico, existe um editor; na televisão, existe um programador; nos meios de comunicação, existem profissionais que julgam e seleccionam. A Internet é uma selva epistemológica e moral que, acredita Keen, só será espaço frequentável quando os mecanismos de julgamento e selecção tradicionais forem exercidos por profissionais cibernéticos.

Entendo o argumento de Keen. Mas é difícil concordar com o tom alarmista do autor. A Internet é um caos? Sem dúvida. Mas por cada vídeo idiota no YouTube, existem preciosidades musicais, históricas ou até filosóficas que seriam impensáveis há uma década. A melhor forma de enfrentar o "culto do amador" está em procurar, nas famílias ou nos amigos, nos livros ou nas escolas, o profissional em nós. Porque somos nós o verdadeiro "filtro" cibernético; os editores pessoais da informação que procuramos e recusamos; os programadores privados das imagens que nos inspiram ou repugnam.

A Internet mata a cultura tradicional? Pelo contrário: a Internet exige-a como nunca.


João Pereira Coutinho, in Revista Única, Expresso 28/Junho/2010

 

publicado por ginger às 21:33 | comentar | favorito